Vidente do Amor


10/10/2007


Piadinha de contador só para descontrair.......rs

 

A solteira é... crédito
A casada é... débito
A cunhada é... previsão para devedores duvidosos
A bonita é... lançamento certo
A feia é... estorno
A feia e rica é... conta de compensação
A bonita e rica é... lucro certo
A vizinha é... ações de outras companhias
As que fazem operações plásticas são... obras e benfeitorias
As gestantes são... obras em andamento
As que não são solteiras, casadas ou viúvas... contas a classificar
A sogra pode ser classificada em duas rubricas: prejuízo acumulado ou contas a pagar

Escrito por Flávia às 08h48
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

09/10/2007


 

Essa é muito boa.....

 

 

SOCIALISMO: Você tem duas vacas, O GOVERNO TOMA e dá para o seu vizinho


COMUNISMO: Você tem duas vacas, O GOVERNO TOMA AS DUAS, e dá a você um pouco de leite.


FASCISMO: Você tem duas vacas, O GOVERNO TOMA... e VENDE a você o leite.


NAZISMO: Você tem duas vacas, O GOVERNO MATA VOCÊ e toma as duas vacas.


BUROCRACIA: Você tem duas vacas, O GOVERNO TOMA AS DUAS, mata uma e joga o leite da outra fora.


DEMOCRACIA: Você tem duas vacas, VENDE AS DUAS PARA O GOVERNO, muda para a cidade e consegue um emprego público.


ANARQUISMO: Você tem duas vacas, mata as duas e faz um churrasco.


CAPITALISMO: Você tem duas vacas, vende uma, compra um touro e O GOVERNO TOMA OS BEZERROS como imposto de renda na fonte.


BRASILEIRISMO: Você tem duas vacas, O GOVERNO lhe dará uma MULTA para que os parentes dos deputados e senadores passem férias em Miami, enquanto você come feijão 30% mais caro!!!
Ao final, não se preocupe... nesse país, tudo termina em pizza e carnaval!!!

Escrito por Flávia às 13h45
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

08/10/2007


 
 
 
          
 
Antes de partir, já estou partida, dividida em duas metades. Não sei qual parte vai ficar em mim, não sei qual pedaço eu vou levar comigo. Só fico contando os dias para te ver. Fico aqui ensaiando o que te dizer antes de ir embora. Nem sei se vale ouvir o som destas palavras, falar ainda mais do que eu disse ou do que eu não disse. Será que faria diferença? Se você não me viu antes, não vai me ver agora, nem depois. Eu me agarro ao meu último fio de esperança como um bote salva-vidas no meio de um naufrágio. Grito e peço socorro, em silêncio, para você me salvar. Você ouve meus pensamentos? Não quero acreditar que foi tanto esforço em vão, que nadei tanto contra a correnteza. E foi tanto amor. Não quero acreditar que amei em vão.




 

Você reclama porque sou sempre insatisfeita. É a minha natureza. Sempre quis mais do que eu poderia ter. Mas, acho que o meu grande erro foi querer de você tão pouco. Foi insistir em te querer por apenas uma noite. Eu sempre quis mais, muito mais do que teu corpo. Mas, não queria admitir nem pra mim mesma, com medo de perder esse pouco. Apenas quis este momento porque seria a unica coisa que poderias me dar. Nunca quis fazer disso uma obrigação ou retribuição pela minha dedicação a você. Apenas a consumação do simples fato de te amar. Queria testar se era por puro capricho, se era por amor ou vaidade. Se era apenas necessidade.



 



 

Eu deixei a porta dos fundos entreaberta para você entrar, mas será que querias a chave da frente? Por que você não faz nenhum sinal? Eu teria te dado o meu chaveiro, o meu cofre, as minhas senhas ( nem todas, é claro). Eu poderia te arrancar dela, te ter só pra mim. Você só sabe me fazer esperar e eu sou um desejo ardente, sou urgente, não sou de pedir, eu mando buscar. Eu quero agora!



 


 

Tenho certeza, vou de qualquer forma, mas queria alguém que me pedisse para ficar.



 

Alguém para sentir a minha falta quando entrar naquele avião.



 

Alguém que segurasse a minha mão e dissesse: Nunca vou te esquecer. Volta pra mim.




 

Quero ganhar o mundo porque não sei de onde vim, não sei para onde vou e não sei nem se me pertenço.



 



 

Vou ganhar o mundo para ver se ganho o mundo de alguém.



 

"Ouve-me, ouve meu silêncio. O que falo nunca é o que falo e sim outra coisa. Quando digo "águas subterrâneas" estou falando da força de corpos nas águas do mundo. Capta essa outra coisa de que na verdade falo porque eu mesma não posso. Lê a energia que está no meu silêncio. Ah tenho medo do Deus e do seu silêncio."
 
Clarice Lispector

Escrito por Flávia às 09h38
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Perfil

Meu perfil
BRASIL, Mulher
MSN - flavyatam@hotmail.com

Histórico